Querido Papai Noel

Olá, tudo bem com o senhor?

Esse ano eu decidi que não quero presente, mas ao invés disso queria lhe fazer umas perguntas. Tem muita coisa a seu respeito que eu não entendo.

A começar com esse negócio de morar no pólo norte. Por que morar tão longe em? Não entendo porque você não mora na China, por exemplo. Lá tem tanta gente, ficaria bem mais fácil levar os presentes. Eu ouvi dizer também que os entregadores não cobram caro por lá e o senhor até poderia terceirizar o serviço, ta tão na moda isso. Além do mais, eles gostam da cor vermelha e sua roupa despertaria gracejos por todo o oriente.

Essa historia de trenó com renas é outra coisa que não dá mais também. Você não tem dó dos bichinhos não? Ficar dando chicotadas nos pobres animais para obrigados a levá-lo a todas as partes do mundo já caiu em desuso. Ainda mais com esses novos carros ecologicamente corretos movidos a biocombustíveis . Tudo bem que usam uma tonelada de matéria prima na fabricação de cada veiculo, que por sinal hoje é toda mecanizada e os trabalhadores já não são mais tão necessários, e a lavoura de cana-de-açúcar mata centenas de trabalhadores por ano, mas pelo menos não maltrata os bichinhos.

Esse ano me disseram também na escola que a mais-valia é a exploração do trabalho não pago. Como dono dos meios de produção, o senhor não se sente mal por explorar seus ajudantes? Pensando nisso eu até tenho uma idéia pra te dar. Com o advento do neoliberalismo, mesmo diante de crises como a que tivemos há um ano mostrando que a presença do Estado é muito importante, um ramo que cresceu muito é os das organizações não governamentais. É um jeito bem melhor de obter um dinheiro fácil. Você faz um projetinho qualquer e inventa que seus presentes são para crianças carentes. Depois manda o projeto para o governo que ele banca tudo pra você com o dinheiro do povo. É muito mais fácil e dá menos na cara. Se você ainda quiser pode adquirir umas empresas e legitimar a obtenção de divisas ilegais. Hoje em dia é muito comum e tem até bispo comprando empresas de televisão, construtoras, bancos e tudo mais. Se ficar na dúvida de como fazer, o senhor pode assistir o filme O Poderoso Chefão que lá explica direitinho.

Eu resolvi fazer essas perguntas por que ainda esses dias escutei na radio uma canção que falava mal da sua pessoa e tinha até umas palavras feias no meio. Era algo como: “Papai Noel filho da puta rejeita os miseráveis, eu quero matá-lo, aquele porco capitalista”.

Não acho certo falarem assim do senhor. Mas também essa história de barba, trenó e pólo norte não cola mais né?

Abraços,

João Renato

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em de tudo um pouco

8 Respostas para “Querido Papai Noel

  1. E aí?
    Quem é o João Renato?

  2. Tainara

    Mano, gostei da carta, mas esta escola do muleque Jão também ta meio desatualizada pô, mais-valia?! rs
    defendendo a contra gosto o lado negro da coisa, o lance da cana em poucos anos será todo mecanizado.. digo defendendo pq a bandeira da esquerda que mais me desagrada é a do empreguismo..
    Na medida que a sociedade e a tecnologia evoluem, setores somem e outros aparecem..

    Já os bispos, coitados.. eles compraram um país um tempo atrás, agora precisam mobilhá-lo..

  3. Agora saquei a do João Renato. Lembrei que vc já me falou sobre isso.

  4. Outro Bruno

    A verdadeira mais-valia é a felicidade.. o que vier depois é lucro…

  5. Jose Elias

    Sobre as ONGs…perfeito. Vou montar uma. Fudeu!! Ser honesto nesse ramo…e agora…
    abrass

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s