Quem veio primeiro, o Jequitibá-Rosa ou a Galinha?

Não sei, mas talvez o jequitibá-rosa chamado de O Patriarca, situado no Parque Estadual de Vassunuga, no Município de Santa Rita do Passa Quatro, seja o ser vivo mais antigo do Brasil. Como o calculo de sua idade é feito com a contagem de seus anéis e a aplicação desse método só é possível após sua morte, não se sabe precisamente sua idade, mas as estimativas chegam a mais de 3.000 anos. Isso quer dizer que quando Jesus nasceu essa arvore já estava ali a pelo menos 1.000 anos. É tempo demais.

O Patriarca (Parque Estadual de Vassununga - Santa Rita do Passa Quatro, SP)

Ninguém sabe também ao certo por quantos anos uma árvore dessas pode viver e nem quais são suas etapas de desenvolvimento, mas dá pra especular, sem o menor compromisso científico, que essas árvores poderiam estar ligadas a origem da vida animal. As mais antigas, que conseguiram sobreviver a milhares de anos de devastações, hoje não chegam a 5.000 anos. Já é inacreditável imaginar tamanha longevidade, mas se formos ainda mais longe poderíamos imaginar que elas pudessem viver 100.000 anos, porque não? E mesmo que “só” chegassem a 10.000 anos, não sabemos se com o tempo suas dinâmicas orgânicas pudessem se alterar e a partir de algum momento essas árvores passassem a sintetizar algum tipo de proteína, por exemplo, ou mesmo produzir algum aminoácido que ajudassem na formação de pequenas organelas.

Claro que elas não começariam a andar quando completassem 10.000 anos, mas pode ser que esse imenso período seja mesmo apenas uma fase.

Pode parecer absurdo, mas isso poderia explicar, senão suscitar, outras possibilidades para o surgimento da vida animal na terra. Por conseguinte, os  seres autótrofos teriam surgido primeiro que os heterótrofos. Assim poderíamos alterar o dilema o reescrevendo da seguinte maneira:

Quem veio primeiro, o jequitibá-rosa ou a galinha?

Independente disso, não dá para negar que o lugar é muito especial. Um bosque repleto de árvores gigantescas não se vê por ai em qualquer lugar e vale a pena ser visitado. O triste é vê-lo rodeado por lavouras de cana-de-açúcar, que parece a única coisa cultivada nessa parte do estado de São Paulo. Aliás, periodicamente, algumas áreas ao redor do parque são afetadas pela queima da cana, colocando a vida desses “senhores em risco”.

Lado Oeste da gleba do Bosque dos Jequitibás

O Parque Estadual de Vassununga, onde se encontra o Bosque dos Jequitibas-Rosas milenares fica no Km 245 da Anhanguera (http://www.iflorestal.sp.gov.br/unidades_conservacao/index.asp), a entrada é grátis e ele funciona das 9h as 17h.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em de tudo um pouco

4 Respostas para “Quem veio primeiro, o Jequitibá-Rosa ou a Galinha?

  1. Lindo. Eu venero essas árvores cara. Imagina o que deve ter no meio da amazônia?

    • Pimentinha,

      chega a ser emocionante jão.
      aprendemos desde pequeno a respeitar os mais velhos, então….o respeito a essas árvores não pode ter limites.
      Tem umas nos EUA que passam de 100 metros e 4000 anos (Sequoiadendron giganteum), sendo que a maioria delas estão no Parque Estadual de Sequoias Humboldt na California.
      Eu gostaria muito de um dia conhece-las.

      força!

  2. Ah, aproveita a viagem e dá um pulo lá! Depois manda as fotos pra gente.

  3. Everas

    Cara,
    como fui picado por pernilongos quando fui lá no Vassununga. É osso demais. Foi até difícil tirar fotos. Mas ae, não tem árvore maior no nosso Brasil, só por isso ela é muito especial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s