De partida mais uma vez

Viver é mesmo uma coisa muito louca.

Não sei por que, mas ao invés de ficar quieto a gente fica arrumando sarna pra se coçar.

Eu sei como é sentir saudade de casa, mas mesmo assim estou sempre pensando no próximo esquema de viagem.

Não tem nada como dormir na sua cama, nada como poder ir ao mercado e comprar as comidas que você gosta, achar tudo que você procura e sem miséria ou comer suas comidas prediletas. Não tem coisa melhor que encontrar os amigos de escola por ai andando na rua, jogar um futebolzinho no final de semana, trocar uma idéia com seus avós e ainda descolar aquele cafezinho no final da tarde; pegar o carro e dar um pulo ali na casa do camarada e ainda fazer um som com a rapaziada, conversar sem se preocupar se está falando certo ou se estão te entendendo, precisar de alguma coisa e saber onde encontrar, fazer um churrasquinho na bera da piscina, brincar com as cachorras no quintal, regar as plantas, deitar no sofá e assistir um filme…  nossa … como que se explica uma coisa dessas.

Acho que é o tipo de coisa que todo mundo sabe, mas não tem muito como explicar. Claro que lá fora as coisas são bem legais também. É legal, mas é diferente.

E por mais legal que seja nunca vai ser a mesma coisa, nunca vai ser igual a sua casa. O sentimento de se sentir em casa não é fácil de ser encontrado. E mesmo quando conseguimos encontrá-lo, mesmo assim, nunca é a mesma coisa. Sua casa é sua casa e pronto.

No fundo acho que eu já comecei a sentir saudade. Saudade de deixar meu país mais uma vez.

Mesmo assim, mesmo sabendo disso, a gente está sempre caçando historia. Eu não entendo o porque também, mas acho que conhecer lugares novos, pessoas novas, aprender outros idiomas, viajar…. talvez seja legal o suficiente para que a gente se meta nessas de mudar de país e mudar de vida. Quanto mais você conhece do mundo, mais você percebe o quanto ele é enorme e mais você percebe que não sabe de nada. Por outro lado, acho que ajuda a te mostrar quem realmente você é. Faz de você, de alguma maneira,  um cidadão do mundo, mas mostra ao mesmo tempo de onde você realmente é.

E por mais legal que seja, mesmo assim dá saudade. Eu sei que dá. Mesmo agora, na eminência da partida, quando a vontade de ir é grande, quando os planos traçados meses atrás começam de fato a acontecer, a sensação que eu tenho é a de que estou sempre procurando alguma coisa que na verdade sempre tive ou sempre soube onde estáva.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em de tudo um pouco

6 Respostas para “De partida mais uma vez

  1. Tenho certeza de que será uma grande experiência. O problema é o frio lá agora hein!

    Voltei ontem das férias. Você ficou sabendo da nossa vitória? Um pouco de articulação dá resultados hein cara.

    E a despedida? Vamos na sexta?

  2. Outro Bruno

    Mete as caras!.. conhecendo o outro, conhecerá melhor a si mesmo.
    Sempre vi isso em você: vontade de entender o mundo.. talvez por um desejo de auto-conhecimento..

  3. Everas

    Meu, para de chorar!
    Dessa vez arrastou a mina.
    Aqui, só chuva.
    Abração

  4. Jose Elias

    Inspiração em demasia, nobre amigo…
    Belo blog. Vou criar um pra vc elogiar tb.
    Abraço irmão.

  5. Adilson

    Querer estar ao mesmo tempo que se quer sair. Sentir saudade ao mesmo tempo que se quer partir.
    O mano Danilo é mesmo um nômade.
    Sucesso aí jão.
    Força !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s