Ceinão Sri Lama

Essa semana ai que passou conheci um cara do Sri Lanka (ou Ceilão) e foi meio vergonhoso. Eu não sei nada sobre o Sri Lanka, nem mesmo aquelas informações rasas de enciclopédia. Ao mesmo tempo em que eu ia conversando com ele eu tentava me lembrar de alguma coisa. Mais foi difícil viu. Ele inclusive parecia me olhar com a mesma cara com que olhamos os europeus ou os norte americanos quando conversamos com eles sobre o Brasil. Uma vez colonizados por estes, a diferença é que nós sabemos muito sobre eles mas eles não sobre a gente. Foda! Ao menos com o truta do Sri Lanka a coisa era mais ou menos recíproca (na verdade ela sabia bastante sobre futebol).

Pra não falar também que eu não sabia de nada, além da posição no mapa e de que assim como a Índia havia sido colônia britânica até pouco tempo, eu me lembrei que no ano passado, enquanto eu estava na sala da casa do meu camarada Bavid, pegando um pouco da magnífica farinha baiana com a tia Rosinha, na TV passava uma chamada bem peculiar:

“Seleção de cricket do Sri Lanka é atacada por terroristas paquistaneses”.

Nem tinha como esquecer. Foi a manchete mais maluca que eu já escutei. O que será que esses jogadores de cricket fizeram a esses paquistaneses?

A conversa prosseguiu mais ou menos assim:

“Há quanto tempo você esta no Canadá?

– 5 meses.

E quanto tempo você vai ficar aqui?

– Pra sempre.

Ah, você é imigrante?

– Sou sim.

E por que você escolheu o Canadá?

– Eu tinha um amigo aqui em Vancouver. Mas muitos srilankenses vivem no Canadá.

E que língua você fala?

– A mesma falada no sul da Índia.

E não dava para ter ido para a Índia que está bem pertinho e falam a mesma língua?

– Eles não gostam de imigrantes srilankenses por lá não. O país já é populoso demais.

Por que você quis sair do Sri Lanka?

– Por causa da guerra.

Guerra? Que guerra?

– O Sri Lanka está em guerra civil há 26 anos.”

Parou por ai. Nem tinha nem como continuar a conversa. Eu não sabia exatamente quantos anos ao Sri Lanka estava independente, mas 26 anos em guerra civil …… qui que é isso. Vai pro inferno!

Agora sei que no Sri Lanka eles falam a mesma lingua que no sul da Índia e nem precisei procurar lá naquele site de busca idiota. Nem por isso, é claro, eles deveriam estar reunidos em um só país. Fosse assim, com excessão dos baguázão do leste, a America Latina estaria reunida em um único país.

O legal era o nome que ele adotou em inglês. O nome real é tão dificil de pronunciar para os ocidentais que muitos orientais, principalmente coreanos, adotam um segundo nome, como se fosse nome-apelido. Diferente de um simpático coreano que conheci no refeitório da escola que escolheu ser chamado de James por que gostava do James Bond  (“Uel….Manuel”), ele escolheu ser chamado de Ran por que lembrava alguma coisa no nome dele. Mas é dificil não escutar Ran e não lembrar do grande Akira Kurosawa interpretanto Shakesper.

Ran é um bom nome para um imigrante do Sri Lanka no Canadá, ainda mais sendo o nome de um filme japonês de influência Inglesa.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em de tudo um pouco

5 Respostas para “Ceinão Sri Lama

  1. tainara

    ques baguazão do leste??

  2. é foda. e pensar que sabemos muito sobre o IRA, por exemplo, sunday b. sunday e etc.
    Ran significa Ira em japonês, se não me engano.
    Pelo que li, a guerra tá foda mesmo, apesar de parecer que vai acabar. Mas uma guerra que dura ou durou tanto tempo não acaba, né?

    • Danilo Havana

      ae microbio, tamo junto.
      depois de conhecer o caboclo, claro que eu dei um grauzinho na net pra saber alguma coisa sobre eles e pensei exatamente a mesma coisa que vc cara.
      uma guerra civil de 26 anos, sem contar o processo de independencia super tardio, não acaba assim.
      nunca acaba.

  3. pas bruno

    Ó Paí, ó!
    Cheirou toda a minha farinha baiana!

    Acredito que o post sobre Nação Zumbi só aconteceu porque você fez uma ligação:
    Sri Lanka
    Siri Lanka
    Siri Lama
    Siri Lama em guerra
    Da lama ao Caos

    .. por aí vai…

  4. Danilo Havana

    Os pernanbucanos de hoje são os bahianos de ontem.

    Premio de melhor nome de CD de todos os tempos:

    Da Lama ao Caos – Chico Science e Nação Zumbi

    Premio de melhor nome de Banda de todos os tempos:

    Mundo Livre S/A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s